11% das crianças podem ser “Garotos Enxaqueca”

20-08-08-medicina-(3) Má alimentação. tempo de mais na frente do PC e da TV, dormir pouco e excesso de atividades extra curriculares podem iniciar este problema.
O sistema nervos também pode ser a origem das enxaquecas e até mesmo a postura tem seu fator de contribuição aqui.

O neurologista Carla Jevoux diz que, em caso agudos , as enxaquecas podem vir acompanhadas de crises de vômitos, dores abdominais muito fortes a até mesmo vertigem. “Nos meninos, as crises têm pico de incidência na pré-adolescência. Já nas meninas, são mais comuns no final da adolescência”, diz Jevoux.

Para diminuir a intensidade e a duração das crises existem alguns tratamentos que podem ser efetivos em 90% dos casos. Para Jevoux, quanto mais cedo o caso for diagnosticado maiores são as chances de prevenção. “Os pais devem ficar atentos, principalmente, à alimentação e aos hábitos dos pequenos. Consumo freqüente de alimentos gordurosos e com conservantes, adoçantes artificiais, chá e refrigerantes devem ser evitados”, menciona Jevoux.

Dormir bem acompanhado de boa alimentação e atividades extracurriculares moderadas já são um ótimo começo.

“Em alguns casos, além dessas medidas, é recomendado o uso de analgésicos e medicamentos para mal-estar. Mas nenhum remédio deve ser tomado sem orientação médica. Por isso, se as crises forem constantes, o ideal é levar a criança a um especialista”, finaliza o especialista.

Fonte de referência: Terra
Imagem: Google Imagens

Technorati Marcas:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s